Lei Maria da Penha

A Lei Maria da Penha é uma lei que consiste na defesa da mulher perante a violência. Confira todos os detalhes!

A Lei Maria da Penha é uma lei que consiste na defesa da mulher perante a violência. Qualquer e toda mulher que passar por situações de violência verbal ou física, além de ameaças pode realizar a devida denúncia para a polícia em prol de seus direitos.

Como funciona?

Toda mulher que se sentir lesada perante a qualquer tipo de violência deve procurar a polícia para fazer o boletim de ocorrência. A polícia deverá verificar o caso e tomar as devidas providências.

Lei Maria da Penha

História da lei

Tudo começou com a cearence e biofarmacêutica Maria da Penha Fernandes que em 1983 começou a sofrer maus tratos pelo próprio marido Marco Antonio Herredia Viveros. Neste ano, enquanto dormia, Viveros foi o responsável pela primeira tentativa de assassinato.

Ele deu um tiro nas costas de Maria enquanto dormia e ficou paraplégica. Porém, até então, Maria não tinha ideia de que o próprio marido do qual confiava e amava tanto era o assassino. Quando os policiais chegaram no local, Viveros foi encontrado na cozinha pedindo socorro, alegando de que bandidos haviam entrado em casa.

Mas meses depois, ocorreu a segunda tentativa. Desta vez, Maria foi empurrada por ele da cadeira de rodas e ainda tentou eletrocutar a esposa no chuveiro. Somente em 1996 ele finalmente foi julgado como culpado e foi também condenado há dez anos de reclusão, porém conseguiu recorrer. A partir daí se deu a Lei 11.340/06, conhecida com Lei Maria da Penha, que claro, ganhou este nome em homenagem ao acontecimento.

Lei Maria da Penha

Denuncie já!

Infelizmente o Brasil vive uma realidade muito triste de mulheres que sofrem maus tratos pelos seus maridos. E o pior, é que grande parte delas não tem coragem de denunciar e recorrer aos seus direitos. A cada dia aumenta o número de mulheres que sofrem algum tipo de abalo, seja físico ou não. Além disso, as ameaças contra mulheres vindas de dentro de casa é também uma realidade muito chocante e que está presente na vida de mulheres de todas as classes.

Mas, porque tantas mulheres não denunciam? Bem, pesquisas revelam que a maioria sente medo de que o agressor volte a fazer violências e/ou ameaças ainda piores. Porém, por outro lado existe também uma parcela muito significativa de mulheres que já denunciaram o agressor e que conseguiram vencer a causa e hoje podem ter paz e seguir a vida com mais tranquilidade.

E também outro fator que deve estar presente para quem vive este tipo de situação é a busca por ajuda psicológica. Enfrentar estes momentos de terror dentro da própria casa não é fácil. É fundamental que nós mulheres busquemos cada vez mais a ajuda psicológica para lidar com a situação, mas muito mais do que isso, ainda apoio da sociedade e muito incentivo para acabar com homens que batem, ofendem e violentam.

A taxa de mulheres que já foram violentadas ou vivem esta realidade é grande, mas com a lei é possível acabar com isso e dar um basta.

Aprenda esses e outros temas atuais que podem cair no enem. Confira nossa agenda de aulas AQUI.


Comentários

Mais Artigos de Cursinho ENEM

Qual a origem do Dia dos Pais? Qual a origem do Dia dos Pais?

Muitas pessoas comemoram esta data que sempre cai no segundo domingo do mês...

Segredos revelados da leitura dinâmica Segredos revelados da leitura dinâmica

Leitura dinâmica consiste em determinado conjunto de técnicas que facilitam o...

Terceirização do trabalho Terceirização do trabalho

Terceirização do trabalho é quando uma empresa contrata outra para a...

Principais vestibulares do Brasil Principais vestibulares do Brasil

Todo o ano, milhares de pessoas por toda parte do Brasil prestam...