No universo do marketing, nos acostumamos a viver cercados de publicidades por todos os lados do mundo, tanto em relação a serviços quanto pessoas, produtos e lugares. Nessa perspectiva tão pública, podemos acabar deixando que passem despercebidas algumas formas de divulgação, como por exemplo o marketing de alimentos.

Bem ativo dentro da indústria alimentícia, o marketing de alimentos é um setor diferenciado de publicidade, que trabalha com extrema assertividade e com muita estratégia. Buscando atingir uma enorme gama dentro de segmentos do mercado, este ramo do marketing segue diferentes tendências, trabalhando não só acerca da propaganda, mas também pela responsabilidade socioambiental, pelas regras de segurança e saúde, pela qualidade nutricional do cenário nacional, pela política de preços, entre outros fatores.

Pensando nas características deste segmento, entenda um pouco mais sobre o assunto.

Onde está o marketing de alimentos

Pode não parecer visível, mas o marketing de alimentos está em tempo integral bem na nossa frente, sempre presente nas nossas compras do dia a dia, nas idas ao mercado e nas opções disponíveis em estantes de padarias.

Cada rótulo e cada embalagem faz parte do trabalho desenvolvido dentro do marketing de alimentos, que também marca presença em cardápios de restaurantes, promoções de refeições, entre outras.

O marketing de alimentos segue normas e legislações especificas, além de contar com diversas características próprias dentro do seu ramo de mercado.

Os objetivos do marketing de alimentos

Você conhece o marketing de alimentos?

As principais ideias que cercam o marketing de alimentos envolvem chamar a atenção do consumidor e garantir que estes adquiram mais produtos no seu dia a dia, incentivando a fome e a vontade a partir do uso aplicado de cores e formas nos rótulos bem distribuídos.

Vários estudos fazem a análise do que transmite fome ao público, garantindo planos específicos que vão chamar a atenção dos clientes. Acompanhando promoções, tendências e aspectos variados, esse tipo de marketing deixa de ser tradicional e traz uma abordagem diferente, transmitindo conceitos e técnicas desta atividade que possam atingir os objetivos propostos dentro da indústria de alimentos.

Esse tipo de mercado avalia a rentabilidade dos alimentos distribuídos, criando valores para o mercado e compondo o nicho alimentício com maior precisão e muitas alternativas variadas. Com o apoio de comerciais, anúncios e até mesmo de propagandas dentro do próprio cardápio, o marketing de alimentos influencia nossas refeições diárias e se torna uma parte do nosso dia a dia de compras.

Para saber muito mais sobre este assunto, faça sua matrícula no Curso de Marketing de Alimentos do iPED!