Curso Grátis de Introdução à Economia Colaborativa

4.5 52

Sobre o curso

O Curso de Introdução à Economia Colaborativa, da categoria Finanças, explica Economia e seus princípios, Livre mercado, Conceito homem econômico, Escassez e abundância, Desenvolvimento sustentável, Motivação, Pilares da economia colaborativa, Os 3 Cs, Economia colaborativa: Definição, Quando surgiu?, Quem a criou? e Quem a utiliza?.

Se você se interessou por esse, vai gostar também do Curso de Finanças públicas para concursos, Análise de Crédito e Cobrança e Prevenção a Fraudes.

  • Aula 1. Economia e seus princípios
  • Aula 2. Livre mercado
  • Aula 3. Conceito homem econômico
  • Aula 4. Escassez e abundância
  • Aula 5. Desenvolvimento sustentável
  • Aula 6. Motivação
  • Aula 7. Pilares da economia colaborativa
  • Aula 8. Os 3 Cs
  • Aula 9. Economia colaborativa: Definição
  • Aula 10. Quando surgiu?
  • Aula 11. Quem a criou?
  • Aula 12. Quem a utiliza?

Sobre o certificado

Só no iPED você pode imprimir gratuitamente o certificado digital ou optar por receber esse lindo certificado em casa (custo adicional da confecção + frete). No verso do certificado consta o cronograma, carimbo do CNPJ e a assinatura do responsável, características obrigatórias para validade do certificado.

  • Bate-papo Online
  • Bloco de Anotações
  • Grupos de Estudo
  • Instrutora Virtual
  • Material de Apoio
  • Relatórios Online
  • Animações Interativas
  • Vídeos Explicativos

Somente o iPED consegue prestar um serviço com tanta qualidade e de graça.
Somos a única empresa no ramo a possuir todas as qualidades e números abaixo:

Diferenciais na Segurança da Compra

  • Auditoria profissional de segurança;
  • Certificado digital com criptografia de 256 bits nas transações;
  • Prêmio Qualidade com o Consumidor
  • Prêmio Referência Nacional em Educação
  • Prêmio Referência Nacional em Projeto Social

Diferenciais em Serviços Oferecidos

  • Conteúdo on-line rico em videoaulas, jogos e animações;
  • Acúmulo de pontos em programa fidelidade;
  • Índice de satisfação de mais de 98,5%;
  • Índice de indicação para ami